Tradutor

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Menopausa - terapia hormonal

Terapia hormonal


Assim como acontece com a pílula anticoncepcional, a dosagem certa para a terapia hormonal varia de mulher para mulher. O ideal é que a medicação contenha a dose mínima de hormônios para que a mulher se sinta bem, sem sintomas como calores repentinos e secura vaginal.





A mesma lógica vale para a escolha do produto a ser usado. A maioria dos medicamentos contêm dois tipos de hormônio feminino: o estrogênio e a progesterona. As mulheres que retiraram o útero, no entanto, só devem tomar remédios que contenham estrogênio, pois a função da progesterona é justamente proteger esse órgão. Além dos medicamentos tradicionais existem tratamentos alternativos, como o uso de isoflavonoides da soja, substâncias que imitam a ação do estrogênio, mas ainda não há estudos que comprovem a eficácia desse tipo de terapia. 



A definição do tratamento deve levar em conta, também, os sintomas específicos que cada mulher apresenta, e que podem variar de caso a caso. Além dos mais clássicos, como calores e ressecamento vaginal, algumas pacientes podem sentir desânimo ou até desenvolver um quadro de depressão. 

“Os sintomas psicológicos podem incluir sintomas depressivos cujo grau de intensidade e resposta à terapia de reposição hormonal podem indicar a necessidade de antidepressivos”, explica o ginecologista e obstetra Marcos Wengrover Rosa, coordenador do serviço de obstetrícia do Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre. Segundo ele, a decisão pelo uso de antidepressivos só deve ser tomada após uma avaliação de um especialista em saúde mental. 





Os sintomas psicológicos, como irritabilidade e depressão, também podem ser combatidos com outras medidas, como a prática regular de exercícios. Além de melhorar a qualidade de vida, o esporte ajuda a estabilizar a pressão arterial e a prevenir a osteoporose e doenças cardiovasculares.



Por fim, algumas mulheres simplesmente não podem fazer reposição hormonal. Câncer de mama e doenças cardiovasculares, renais ou hepáticas impedem esse tipo de tratamento. Além disso, o histórico familiar é outro fator a ser levado em conta. Quem tem parentes com câncer de mama deve tomar muito cuidado ao fazer terapia hormonal, alerta Marcos Rosa.

Moda - Tendências Outono/ Inverno 2013



Tendências Outono Inverno 2013 :
Branco total, formas amplas, muito brilho metalizado e estamparia vintage: as tendências para a temporada que se aproxima.































































Conteúdo do Blog!